top of page
Post: Blog2_Post

Vieses comportamentais




Você já se deparou com alguma situação que arrependeu de ter tomado alguma decisão? Na maioria das vezes esse ato está relacionado à heurística e vieses comportamentais. Segundo a série “CVM comportamental”, heurística e vieses podem ser definidos como:


As heurísticas são regras de bolso (ou atalhos mentais) que agilizam e simplificam a percepção e a avaliação das informa­ções que recebemos. Por um lado, elas simplificam enormemente a tarefa de tomar decisões; mas, por outro, podem nos induzir a erros de percepção, avaliação e julgamento que escapam à racio­nalidade ou estão em desacordo com a teoria da estatística. Esses erros ocorrem de forma sistemática e previsível, em determinadas circunstâncias, e são chamados de vieses.


Daniel Kaneman, é um dos precursores desse assunto, o qual trouxe para o mundo a ideia de economia comportamental. Como assim? Economia comportamental? Ele demonstrou que muitas vezes tomamos decisão dominados pela emoção e não pela razão, e isso faz, mesmo sem percebermos, com que tomemos caminhos obviamente negligentes em uma situação de pressão.


Começa hoje uma série do Wallstreetable para abordarmos esses vieses comportamentais e o primeiro escolhido foi o “Efeito da Adesão”, que afeta muitos consumidores na sua tomada de decisão para compra.


Viés do Efeito da Adesão (Viés do Consumidor)


Esse viés pode ser considerado o sinônimo do comportamento influenciado pelo “efeito manada”, o qual tomamos decisões irracionais com base no comportamento da maioria. Esse viés tem origem nos atalhos mentais (heurística) criados por nossa mente para tomar decisão de forma mais rápida e simples. Ele está fundamentado na imitação, principal artificio utilizado para o aprendizado, por isso é um comportamento tão comum.


A tendência para tomar decisões suscetíveis a esses efeitos é quando se está em circunstâncias de incerteza, pânico ou pressão para tomar a decisão. Tem pessoas que não querem o trabalho de ficar olhando detalhes a respeito de um produto, compram aquele que é mais vendido, com a ideia que será uma boa decisão.


Assim, de acordo com o artigo da CVM, algumas atitudes podem ser tomadas para driblar esse efeito da adesão:



· Procure analisar critica­mente de que forma a opinião da maioria aplica ao seu caso específico;

· Analise as características do produto/serviço e se o preço real­mente vale o que se oferece em termos de atender alguma ne­cessidade ou trazer bem-estar;

· Pesquise alternativas que gastem menos com publicidade e que possam oferecer os mesmos benefícios por menores preços, tente pesquisar diferentes fornecedores, aproveitar promoções e negociar descontos;

· Evite consumir produtos que estejam em grande procura ou via­jar em épocas de alta temporada.

· Resista aos apelos da publicidade e lembre-se que nem sempre o que se veicula sobre um produto ou serviço é totalmente ver­dadeiro;

· Procure fontes especializadas para se informar e comparar alter­nativas;

· Preste atenção em outro viés associado a este – o Efeito de Enquadramento – pois muitas vezes nossas decisões de consu­mo são influenciadas pela maneira como as opções são apresen­tadas.

· Finalmente, procure se conscientizar do momento em que está vivendo, tanto individual quanto social, pois em momentos de fragilidade podemos ser mais suscetíveis aos apelos emocionais, assim como em momentos de crise ou euforia social somos mais sujeitos a nos deixar levar pelo clima que se estabelece.


Fonte


Série CVM Comportamental Volume 3: Vieses do consumidor. Acesso disponível em:

http://pensologoinvisto.cvm.gov.br/










8 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page